Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sara Beauty

Um blog onde falo sobre diversos assuntos como maquilhagem, beleza em geral, inspirações, etc.

Sara Beauty

Um blog onde falo sobre diversos assuntos como maquilhagem, beleza em geral, inspirações, etc.

14
Jun17

Longo caminho para o Sorriso #1

Fonte da imagem

Desde março que eu comecei este caminho. Mais precisamente, no dia e hora em que eu completei 22 anos. Neste dia, pelas 10h da manhã, extraí o meu primeiro siso (primeira vez que alguma vez arranquei um dente) cirurgicamente. O primeiro de quatro.

O meu caminho irá ter várias fases: a primeira, a qual me encontro agora, é a extração dos quatro dentes do siso. O objetivo é retirar os meus dentes do siso, que ainda estão inclusos, logo tenho que extrair todos cirurgicamente, para ganhar espaço na boca (a minha boca é pequena e os dentes grandes, então acabaram por se acumularem). A segunda, será utilizar um aparelho para expandir o "céu da boca" e a terceira "endireitar" os dentes de cima e de baixo. 

Tal como já disse, o primeiro dente tirei-o no meu dia de anos. Nunca será esquecido. Até agora, foi o pós-operatório mais difícil dos três que já tirei. A cirurgia correu um pouco fora do esperado, pois a dentista não tinha reparado o quão grande as raízes do meu dente eram. Não só isto, como as raízes agarravam o osso da mandíbula. Resultado: o dente foi cortado duas vezes e o osso da mandíbula foi também cortado. Durante a cirurgia senti algum desconforto, mas não era dor, tudo porque a força que a dentista teve que fazer foi muita. Este pós-operatório foi o mais difícil devido ao corte que o osso da mandíbula levou. Nem passados 20 minutos pós-cirurgia e ainda com a anestesia a fazer efeito, já sentia imensas dores. Eu tenho uma tolerância à dor grande, mas esta foi mesmo demais (sem vergonha, posso dizer que chorei). Medicação: anti-biótico, anti-inflamatório para as dores e inflamação e analgésico para SOS e ainda fazer gelo várias vezes ao dia. Dieta: apenas coisas líquidas e sem pedaços alguns. Lá como fazia anos, a minha mãe mandou fazer pão-de-ló com creme de ovos e mais nada para que eu conseguisse comer. Depois de comer o bolo? O meu estômago passou-se e comecei a ter dores intensas novamente que, mais tarde percebi serem um efeito secundário do anti-biótico. Três dias com dores de barriga logo a tomada do anti-biótico. Passados 10 dias, sentia os dentes sensíveis e formigueiros devido à recuperação do osso, mas era algo que eu me habituei e  passados 15 dias, estava tudo normal. Ora, 15 dias depois, toca a voltar a inserir lentamente coisas mais sólidas pois a cicatrização estava a ir muito bem e o ponto há muito tinha saído. Só que houve um problema: um dia após eu ter voltado a comer sólidos, apanhei uma virose e andei dois dias praticamente sem comer. E assim perdi 3kg. De referir que nestes 15 dias não fiz qualquer tipo de atividade física por sentir que não andava a comer o suficiente para tal.

Segunda extração foi feita em abril, 1 mês e dois dias após a primeira extração. Desta vez, foi o siso superior direito para libertar completamente o lado direito. Senti dor mesmo no final da cirúrgia que me foi explicado ser normal porque era o dente a descolar do sítio onde estava. Cinco dias após a cirurgia, a cicatrização estava muitíssimo bem e já tinha autorização para comer coisas sólidas! No pós-operatório não tive qualquer for e até esquecia-me que tinha feito tal procedimento.

Terceira extração foi feita no penúltimo dia de maio. Adeus dente do siso inferior esquerdo! Neste momento, ainda estou a ter algum cuidado em comer apenas para o lado direito, mas está tudo muito bem! O ponto até saiu sozinho só que, como este era ainda mais longo que o primeiro que tirei, o buraco está a demorar mais para cicatriz a nível profundo. Não tive dores nem na cirúrgia nem no pós-operatório! Perfeito!

Agora? Só falta um, o siso superior esquerdo. Como este ainda era "bebé" quando fiz a primeira cirúrgia, desta vez resolvemos esperar mais de 1 mês para dar tempo para que viesse mais para baixo e que o corte na gengiva não seja tão profundo. Depois é esperar que esteja tudo cicatrizado para passar para a segunda fase!

Já passaste ou vais passar por um processo semelhante? Se tiveres alguma dúvida é só comentar que eu tento explicar tudo 

29
Mar17

A importância da estética dentária e a sua relação com a autoestima

estetica dentaria e amor auto estima[2285].jpeg

 

Alguma vez parámos para pensar que, em todos os locais, a estética dentária é um tema importante? A verdade é que, por exemplo, não se vê uma atriz ou algém que possa desempenhar funções de atendimento ao público, sem um sorriso bonito. Esse sorriso é o nosso cartão de visita e, como tal, torna-se essencial cuidar dele e mimá-lo!

Sendo como um cartão de visita, o nosso sorriso tem uma relação intrínseca com a sua autoestima. É necessário entendermos quais os problemas na inexistência de um sorriso bonito e é bom sabermos como consegui-lo melhorando a nossa imagem e autoestima.

 Problemas da estética dentária na autoestima

A estética dentária tem benefícios óbvios a nível de autoestima. No entanto, quando esta não se encontra dentro dos padrões, tende a trazer-nos problemas físicos e desconfortos sociais.

Um exemplo comum é no sorriso. As pessoas que não se sentem confortáveis com o seu sorriso, devido a questões estéticas, tendem a sorrir menos ou a sorrir de forma a não mostrar os dentes. Essa torna-se uma preocupação e, com o passar do tempo, um fator que nos deixará preocupados sempre que sairmos à rua, tendo efeitos negativos a nível de autoestima.

As questões sociais são facilitadas quando a estética dentária é satisfatória. Pelo contrário, quando isto não se reflete, existe possibilidade de a pessoa se refugiar e evitar a saída à rua por não se sentir confiante.

Como estes, existem muitos outros exemplos. No entanto, acima de tudo, é importante referir que a pessoa não deve deixar a sua autoestima diminuir. Ao invés, deve continuar a confiar em si, nas suas competências e pensar na melhor forma de resolver o seu problema de estética dentária.

 

 Como melhorar a sua estética dentária?

Regra geral, problemas de estética dentária, quando são descobertos, estão num estado avançado e necessitam de uma intervenção de um profissional da área. Quem sofre deste problema ou quer cuidar dos seus dentes deve dirigir-se a uma clínica dentária e pedir um orçamento de reconstrução, limpeza ou qualquer outra questão que seja necessária. O profissional vai mostrar-nos quais são os problemas e, mais importante, quais deverão ser as soluções. A partir desse momento, podemos optar por começar o tratamento, caminhando em direção ao nosso sorriso de sonho.

Para que se não invista sem ver alterações na sua autoestima, o dentista irá começar pelo tratamento da zona visível. A partir desse momento, podemos começar a ver melhorias na sua estética dentária, o que se irá refletir na nossa imagem e na forma de olharmos para  nós mesmas.

Alguns dos tratamentos mais comuns nestes casos são as limpezas profundas, as reconstruções dentárias e o uso de implantes fixos ou removíveis. No entanto, como foi dito, cada caso é um caso e deveremos começar por visitar uma clínica de medicina oral.

O que se torna importante sublinhar é que o nosso sorriso fala por nós e revela o cuidado e mimo com que nos tratamos. Sabemos que muitas vezes não é fácil procurar ajuda mas o conselho aqui é para não deixarmos que o nosso sorriso nos seja retirado, seja porque condição da vida for. Um sorriso, é, afinal, o que de mais bonito temos e é tão reconfortante para quem está próximo de nós, ou até, para quem acabámos de conhecer.

 

Artigo escrito por: Ana Palma

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Descontos

MakeupLovers - Maquilhagem, Produtos de Rosto, Corpo e Unhas
Usa o código "sara10" na Makeup Lovers para teres 10% de desconto numa encomenda! Sabe mais aqui.

picasion.com
picasion.com

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D