Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sara Beauty

Um blog onde falo sobre diversos assuntos como maquilhagem, beleza em geral, inspirações, etc.

Sara Beauty

07
Out17

Random Sábado: Últimos Filmes Vistos #1

Agora com a Universidade fora do caminho, e com muitas séries ainda por iniciar, não há desculpas para eu não começar a diminuir o número de filmes que tenho agendados. Como tal, já comecei a trabalhar para este objetivo e vi 3 filmes. O título de cada um encontra a uma cor diferente, o verde significa que eu gostei de ver, o amarelo significa que o filme não é mau mas também não é por aí além e o vermelho, não gostei de ver. Sem perder mais tempo, estes foram os filmes que eu já vi:

- Bravetown (2015)

Josh é uma alma perdida com um talento musical extraordinário em uma jornada para encontrar o que ele menos esperava, mas, sem dúvida, mais necessário. Sentindo-se como se fosse ele contra o mundo em primeiro lugar, o seu caminho é atravessado por muitas pessoas à procura de seu próprio destino, que, no final, a sua presença em suas vidas acaba sendo de extraordinária importância.

Ao princípio achei que não seria um filme do qual fosse gostar mas acabei por manter-me interessada ao longo do filme. Um filho de pais separados, um pai que abandonou o filho à nascença e uma mãe que queria ter abortado. A junção dos três não vai ser lá muito boa, acrescentando ainda o factor de que a mãe é toxicodependente. O resultado: Josh aos 17 anos sofre uma overdose e é obrigado a ir viver com o pai e, apesar de não ser o que o adolescente mais deseja, esta mudança irá trazer novas oportunidades.

- The Boy (2015)

Verão de 1989. Ted Henley (Jared Breeze) de 9 anos, e o seu pai, John (David Morse), são donos do Motel Mt. Vista, um resolt em ruínas nas montanhas do oeste dos EUA. Desde que a mãe de Ted partiu, John está desanimado, a fazer com que Ted tenha de se cuidar a si mesmo. A meio da solidão, Ted começa a manifestar impulsos estranhos relacionados com a sociopatia, mas a chegada de um andarilho, William Colby (Rainn Wilson), cativa o jovem e eles formam uma amizade única.

A 30 minutos do fim, estive para desistir mas depois pensei: "isto pode melhorar". Mas não melhorou. Não é que o filme seja mau, apenas não é o meu género. Para quem gostar de analisar os comportamentos humanos, o filme é ideal, pois tal como a sinopse refere, temos um menino de 9 anos com comportamentos sociopatas, que chega a ponto de matar imensas pessoas, não que estas tenham agido melhor, mas pronto...

- O Capitão Cuecas

 George Beard e Harold Hutchins são melhores amigos que passam os seus dias criando histórias em quadradinhos e a sonhar com as partidas que vão pregar. Um dia, acidentalmente hipnotizam o diretor da escola, levando-o a acreditar que ele é o Capitão Cuecas, um super-herói completamente tolo cujo traje consiste em roupa interior e uma capa. Como se isso não fosse mau o suficiente, o novo professor da escola deles é um cientista maluco que caiu em desgraça e está disposto a vingar-se na escola.

Adoro filmes de animação, e este era um que eu queria ver. O filme não é mau, mas acho que muitas piadas se perdem com a tradução do inglês para o português, como os nomes das personagens. Eu vi a versão falada em português e, se pudesse voltar atrás, talvez optasse pela versão original. Neste momento, com tantos filmes por ver, penso que não o iriei fazer, pelo menos tão brevemente...

 

Em breve irei mencionar mais filmes! E por aí, o que é que se anda a ver?

6 comentários

Comentar post